terça-feira, 28 de julho de 2020

Aluno que trabalhava como lixeiro entra em Harvard


Rehan Staton, de 24 anos, trabalha como gari e estuda na Universidade de Maryland, nos Estados Unidos. Ele está no fim ciclo básico do ensino superior, mas, em setembro começará a estudar em uma das universidades de maior prestígio no mundo: ele passou no exame admissional para o curso de direito de Harvard.

Ele foi aceito em outras escolas (Columbia, University of Pennsylvania, University of Southern California e Direito em Pepperdine) e escolheu estudar em Harvard, no estado de Massachusetts.

Sua história foi descrita em uma reportagem do jornal "Washington Post". Sua mãe é de Sri Lanka, para onde ela voltou quando ele, Stanton, tinha 8 anos. Ele foi criado pelo pai, que precisou ter múltiplos empregos.

No fim do colégio, Rehan Staton tentou entrar em uma faculdade, mas não passou em nenhum exame admissional.

Ele então começou a trabalhar em uma empresa de limpeza urbana. Ele voltou a tentar entrar em uma faculdade, e dessa vez conseguiu: ele começou a fazer o ciclo básico na Bowie State University, mas depois mudou para a University of Maryland.

A rotina dele era acordar às 4h e passar a manhã limpando lixo. Depois, ia para o curso superior.

Eventualmente, não tinha tempo de tomar banho, e então ficava no fundo da sala, para evitar os olhares dos colegas, ele disse.

O curso em Harvard começará no outono no hemisfério Norte (portanto, primavera no hemisfério Sul).

O plano de Staton é se especializar em direito do esporte e se tornar um agente.


Fonte: G1

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Cientistas do Canadá criam máscara que desativa coronavírus


Cientistas da Universidade de Toronto, no Canadá, desenvolveram uma máscara capaz de desativar o novo coronavírus.
Comunicado à imprensa divulgado terça, 14, informou que a TrioMed Active “desativa” 99% do vírus em questão de minutos.
A máscara tem revestimento antimicrobiano desenvolvido pela empresa de Quebec I3 BioMedical Inc.
Gray-Owen, diretor do laboratório, explicou que esse revestimento já havia demonstrado anteriormente capacidade para matar a maioria dos micróbios que entram em contato.
“Eles já haviam feito isso com outros patógenos bacterianos e virais, incluindo a gripe, e estendemos esses estudos para mostrar que a SARS-CoV-2 também era suscetível”, disse Gray-Owen.
Ele explica que, como a máscara já existia antes da Covid, foi possível fazer os testes assim que o coronavírus chegou ao país.
“Fomos um dos primeiros laboratórios a receber aprovação rápida para cultura e manipulação do vírus. Samira Mubareka e Robert Kozak trouxeram amostras de pacientes infectados no hospital e expandiram o vírus…E assim, porque tínhamos o vírus e o fato de nossas instalações estarem em operação há mais de uma década, tivemos a capacidade de trabalhar com ele”, afirmou

Os testes

Os cientistas da Universidade de Toronto testaram a máscara e confirmaram que ela funciona como pretendido.
Quando o revestimento antimicrobiano estava presente nas máscaras, “não era possível recuperar nenhum vírus infeccioso da suspensão aplicada à máscara”, disse Gray-Owen.
“Repetimos os testes e essa foi uma descoberta reproduzível, portanto ficou bem claro que havia uma diferença entre o material revestido e o não revestido TrioMed”.
A i3 Biomedical Inc. gastou “anos e milhões de dólares” desenvolvendo tecnologia antimicrobiana usada nas máscaras.
“A máscara ativa TrioMed é a primeira e única proteção respiratória cientificamente comprovada que desativa o vírus que causa o COVID-19, reduzindo drasticamente o risco de contaminação do usuário”, disse Pierre Jean Messier, fundador e CEO da i3 Biomedical Inc.

Vendas

As máscaras já estão à venda no Canadá.
O valor é de US $ 7,29 – quase R$30 – em pacotes de cinco no site Well.ca.
Com informações da Universidade de Toronto

Fonte: Só Notícia Boa

terça-feira, 14 de julho de 2020

Em meio à pandemia, Banco Inter alcança 6 milhões de clientes da conta digital

Cartão Banco Inter

No mês de abril, o banco havia informado que tinha alcançado 5 milhões de clientes. Na ocasião, também disse que só no primeiro trimestre o número de novas contas bateu recorde.
Em meio à pandemia do coronavírus, mais pessoas têm recorrido à abertura de conta bancária por celular. E os bancos digitais, claro, saíram ganhando com isso.
Uma demonstração desse fenômeno, disparado pela necessidade de isolamento social, é o dado que o Banco Inter divulgou nesta quarta-feira (8). A instituição informou, via rede social, que atingiu o total de 6 milhões de clientes de conta digital.
No mês de abril, o banco havia informado que tinha alcançado 5 milhões de clientes. Na ocasião, também disse que só no primeiro trimestre o número de novas contas bateu recorde, chegando a 890 mil, um efeito do coronavírus.
Na sessão de hoje, as ações da empresa (BIDI4) subiram 3,75%, cotadas a R$ 15,76 na bolsa. No ano, os papéis acumulam leve ganho, de 0,83%.

Fonte: Felipe Saturnino (Seu Dinheiro)

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Cerro Corá Moto Fest divulga a sua programação oficial


Na noite desta quinta-feira (19), a ACM - Associação Cerrocoraense de Motociclistas divulgou a  programação da 3ª Edição do Cerro Corá Moto Fest. Confira!

PROGRAMAÇÃO OFICIAL

III CERRO CORÁ MOTO FEST 2019

SEXTA-FEIRA - 08/11/2019

- Banda Gitta
- Taxímetro
- Moby Dick

SÁBADO - 09/11/19 - FEIJOADA

EXCLUSIVA PARA OS MOTOCICLISTAS

- Sistema Nervoso
- Motor de Opala

SÁBADO - 09/11/19 - A NOITE

- Vapor Diesel
- Rock Station
- Netinho Legionário.

ORGANIZAÇÃO

ACM - Associação Cerrocoraense de Motociclistas.

Apoio: Prefeitura Municipal de Cerro Corá/RN

Fonte: ACM - Associação Cerrocoraense de Motociclistas.

Ganhadores da Mega-Sena podem parar de trabalhar se investirem dinheiro


Prêmio de R$ 120.085.143,97 no concurso 2.189 da Mega-Sena será repartido entre 49 cotas de um bolão, ou seja, cada uma levará cerca de R$ 2,5 milhões; veja cenários de economistas sobre o que fazer com o dinheiro.

O prêmio de R$ 120.085.143,97 no concurso 2.189 da Mega-Sena será repartido entre 49 cotas de um bolão da Caixa, ou seja, cada uma será no valor de cerca de R$ 2,5 milhões. A aposta vencedora é de Brasília (DF) e o prêmio será dividido por um grupo de funcionários da assessoria da liderança do PT na Câmara dos Deputados.

As dezenas sorteadas foram: 04 - 11 - 16 - 22 - 29 - 33.

Ricardo Maila, especialista em gestão financeira pela FGV, diz que é possível ficar sem trabalhar pelo resto da vida se o ganhador investir o valor de R$ 2,5 milhões de forma diversificada, em vários tipos de aplicações, mas mantendo seus gastos mensais no patamar de R$ 10 mil. Mas, se o dinheiro ficasse na poupança, duraria 20 anos, mantendo o mesmo patamar de gastos mensais – veja os detalhes abaixo.


“O melhor caminho é montar uma carteira de investimentos conservadora com produtos de renda fixa, como Tesouro Direto e CDBs, por exemplo, e fundos de investimentos de diversas estratégias. Com essa diversificação e sendo ainda seguro e conservador é possível buscar 12% ao ano”, diz Maila. Segundo ele, levando em conta uma inflação de 3,5% ao ano, seria possível não precisar mais trabalhar e ter rendimentos mensais de R$ 16.310,66.
Já para Silvio Paixão, professor de macroeconomia da Faculdade Fipecafi, o ganhador poderá viver por 40 anos sem aplicar o dinheiro nem trabalhar, desde que tenha rendimento mensal de R$ 5.208,33 – veja detalhes abaixo.

Veja a avaliação de gastos e rendimentos de Ricardo Maila:

Cenário: Orçamento mensal: R$ 10 mil / Inflação IPCA: 3,5% ao ano / Taxa básica de juros Selic: 5,5%
Na poupança: duraria 20 anos e 5 meses sem trabalhar, rendendo aproximadamente R$ 8.020 ao mês. Descontada a inflação, ficaria em R$ 7.177;
Tesouro Direto IPCA+ (3,6% ao ano): 36 anos e meio sem trabalhar – R$ 7.379 de rentabilidade mais R$ 7.177,25 de atualização da inflação (total de R$ 14,6 mil) - os saques são possíveis, mas haverá perdas ou ganhos parciais conforme o prazo estabelecido na aplicação;
Aluguel do imóvel no valor de R$ 2,5 milhões (considerando aluguel de 0,4% sobre o valor do imóvel, que é a média de São Paulo): renda de R$ 9.986;
Se não aplicar o dinheiro: duraria 14 anos e 8 meses, com gastos mensais de R$ 10 mil e considerando a inflação de consumo.

Veja a avaliação de gastos e rendimentos de Silvio Paixão (considera o imposto de renda pago, mas não a perda de poder aquisitivo decorrente da inflação):

Poupança: R$ 7.882,69 mensais
Tesouro Direto Selic com 15% de IR: R$ 7.411,48 mensais
Tesouro Direto Selic com 22,5% de IR: R$ 5.528,10 mensais
Aluguel com 27,5% de IR: R$ 5.437,50 mensais

Não investir o dinheiro, só gastar (com 27,5% de IR): R$ 5.208,33 por 40 anos.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte; G1 Economia

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Cobrar mais para pagamento com cartão de crédito é prática abusiva?



Dar desconto para pagamento em dinheiro ou cheque e cobrar preço diferente para pagamento com cartão de crédito pelo mesmo produto ou serviço é prática abusiva. Com esse entendimento, a 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negou nessa terça-feira (6/10) recurso da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte, que pretendia impedir o Procon de Minas Gerais de aplicar penalidades a empresas pela cobrança diferenciada.
O relator do recurso, ministro Humberto Martins, afirmou em seu voto que o estabelecimento comercial tem a garantia do pagamento efetuado pelo consumidor com cartão de crédito, pois a administradora assume inteiramente a responsabilidade pelos riscos da venda. Uma vez autorizada a transação, o consumidor recebe quitação total do fornecedor e deixa de ter qualquer obrigação perante ele. Por essa razão, a compra com cartão é considerada modalidade de pagamento à vista.
O ministro destacou que o artigo 36, X e XI, da Lei 12.529/2011, que estrutura o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência, considera infração à ordem econômica a discriminação de adquirentes de bens ou serviços mediante imposição diferenciada de preços, bem como a recusa à venda de produtos em condições de pagamento corriqueiras no comércio.
A norma, segundo o ministro, evidencia que constitui prática abusiva a situação em que o fornecedor determina preços mais favoráveis para o consumidor que paga em dinheiro ou cheque em detrimento de quem paga com cartão de crédito.
No entanto, recentemente o Governo autorizou, por meio de uma medida provisória, o comércio a cobrar preços diferentes para cartão e dinheiro.
A partir do dia 27/12, comerciantes podem oficialmente cobrar preços diferentes para compras feitas em dinheiro, cartão de débito ou cartão de crédito. A prática passou a ser liberada pela Medida Provisória 764/2016, a 12ª assinada em dezembro pelo presidente Michel Temer (PMDB).
O texto vale para bens e serviços, anulando inclusive qualquer cláusula contratual que proíba ou restrinja a diferenciação de preços.
A norma segue sentido contrário ao que a 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça definiu em 2015, quando rejeitou pedido que tentava impedir o Procon de Minas Gerais de aplicar penalidades a empresas pela cobrança diferenciada (EREsp 1.479.039).
O relator, ministro Humberto Martins, afirmou na época que a Lei 12.529/2011 (sobre o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência) considera infração à ordem econômica a discriminação de clientes com a imposição diferenciada de preços. No acórdão, Martins escreveu que a compra com cartão de crédito também é considerada modalidade de pagamento à vista, pois o comerciante tem a garantia do pagamento assim que autorizada a transação.
Algumas entidades de defesa do consumidor se manifestaram contra a nova norma. Para a associação Proteste, é abusiva a diferenciação de preços em função da forma de pagamento. “Ao aderir a um cartão de crédito o consumidor já paga anuidade, ou tem custos com outras tarifas e paga juros quando entra no rotativo. Por isso, não tem porque pagar mais para utilizá-lo”, declarou a entidade.
A MP tem força de lei durante 120 dias e, para continuar válida depois, precisa ser aprovada pelo Congresso.

Fonte: JusBrasil

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Semana do MEI em Cerro Corá/RN foi um sucesso

A Semana do MEI (Micro Empreendedor Individual) 2019 aqui em Cerro Corá/RN, foi realizada no período de 20 a 24 de maio, no Cine Canário e teve boa participação em todos os dias.

Segunda Feira, dia 20 de maio de 2019 - Oficina: SEI PLANEJAR
Terça Feira, dia 21 de maio de 2019 - Palestra: MÍDIAS DIGITAIS

Quarta Feira, dia 22 de maio de 2019 - Oficina: SEI VENDER
Quinta Feira, dia 23 de maio de 2019 - Oficina: SEI EMPREENDER
Sexta Feira, dia 24 de maio de 2019 - Palestra: MEI (Micro Empreendedor Individual)
A mobilização e as inscrições foram realizadas pelo Agente de Desenvolvimento do município, Clodoaldo Cândido, que enfatizou a importância da participação popular, e a busca por novos conhecimentos, e assim da o respaldo para que novos cursos, palestras e oficinas venham para o município.
A realização da Semana do MEI ficou por conta do SEBRAE/RN e contou com o apoio da Sala do Empreendedor e da Prefeitura Municipal de Cerro Corá/RN.

Fonte: Sala do Empreendedor

terça-feira, 7 de maio de 2019

Semana do MEI 2019 em Cerro Corá/RN


Programação da Semana do MEI (Micro Empreendedor Individual) 2019 aqui em Cerro Corá/RN.

Segunda Feira, dia 20 de maio de 2019
Oficina: SEI PLANEJAR
Horário: 18:00 às 22:00 horas
Vagas limitadas (30 vagas)

Terça Feira, dia 21 de maio de 2019
Palestra: MÍDIAS DIGITAIS
Horário: 18:00 às 22:00 horas
Vagas Ilimitadas

Quarta Feira, dia 22 de maio de 2019
Oficina: SEI VENDER
Horário: 18:00 às 22:00 horas
Vagas limitadas (30 vagas)

Quinta Feira, dia 23 de maio de 2019
Oficina: SEI EMPREENDER
Horário: 18:00 às 22:00 horas
Vagas limitadas (30 vagas)

Sexta Feira, dia 24 de maio de 2019
Palestra: MEI (Micro Empreendedor Individual)
Horário: 18:00 às 22:00 horas
Vagas Ilimitadas

Todas acontecerão no Cine Canário e são gratuitas.

Confirme a sua presença e faça a sua inscrição com Clodoaldo Cândido, Agente de Desenvolvimento pelo telefone/WhatsApp (84) 9.9850-5637

Realização: SEBRAE/RN.
Apoio: Sala do Empreendedor e Prefeitura Municipal de Cerro Corá/RN.

Fonte: Sala do Empreendedor

segunda-feira, 6 de maio de 2019

Chuvas em Cerro Corá/RN já ultrapassam 600 milímetros


O acumulado de chuvas no ano de 2019 em Cerro Corá/RN já atingiu a marca de 607,6 mm, até o dia 30 de abril, a informação foi repassada por Clodoaldo Cândido que faz a coleta das informações pluviométricas do município e as repassa para a EMPARN - Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, que é a responsável pela informações no nosso estado. O pluviômetro oficial da cidade está localizado no escritório da EMATER da nossa cidade.

Fonte: EMATER

sábado, 20 de abril de 2019

Empreendedores de Cerro Corá recebem novos cheques da AGN


O município de Cerro Corá, recebeu nesse sábado (20), na Sala do Empreendedor, a renovação do Programa Microcrédito do Empreendedor/AGN.

Foram entregues 34 cheques que beneficiaram os empreendedores de Cerro Corá da zona urbana e rural. Ao todo, o Programa Microcrédito do Empreendedor desenvolvido pelo Governo do Estado em parceria com a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN) investiu na economia local cerca de aproximadamente R$ 110 mil reais. Lembrando que essa etapa foi apenas de renovação e não houveram novos cadastros, tiveram direitos de renovar todos os empreendedores que receberam na primeira etapa e que efetivaram todos os pagamentos.





A prefeita Graça Oliveira prestigiou a entrega do cheques e falou da importância em desse Micro Crédito para alavancar a economia local. O Agente de Desenvolvimento da Cidade Clodoaldo Cândido, que foi o mobilizado e o elo de ligação entre os empreendedores e a AGN também esteve presente auxiliando a Senhora Fátima Pereira representante da AGN que veio entregar os cheques, o mesmo falou que vai buscar novas parcerias para que mais empreendedores sejam beneficiados no município.

Por Dentro do Microcrédito do Empreendedor

O Microcrédito do Empreendedor desenvolvido pelo Governo do Estado em parceria com a AGN tem como objetivo apoiar o empreendedor potiguar através de ações integradas, voltadas para geração de ocupação e renda com sustentabilidade nos diferentes setores da nossa economia. Entre as principais vantagens estão as taxas de juros do empréstimo que são de 1,5% ou 1,7% ao mês, o prazo de 12 a 24 meses para quitar o financiamento e os descontos de 100% dos juros para os comerciantes que pagarem as parcelas em dia.

Fonte: Sala do Empreendedor