terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

O Brasil foi descoberto pelo Rio Grande do Norte?


Não, a caravela de Pedro Álvares Cabral não aportou primeiramente na Bahia, em 22 de abril de 1500, conforme ensinam os livros de história. O descobrimento do Brasil se deu pelo Rio Grande do Norte, precisamente na Praia do Marco, município de Touros.
Pelo menos essa é a teoria levantada por historiadores e estudiosos respeitados. E para corrigir esse “equívoco” e reescrever a história do nosso descobrimento, uma série de seminários para discutir o tema está sendo arquitetada para o primeiro semestre de 2017, em Natal.
A ideia de levantar o debate em torno da história do Brasil partiu da Secretaria de Estado do Turismo do RN e da Empresa Potiguar de Promoção Turística do RN (Emprotur) e contará com a participação de importantes pesquisadores do assunto.
“Essa discussão merece ser aprofundada. Outros equívocos históricos já foram corrigidos e este pode ser mais um. Vamos dar a César o que é de César. Evidências mostram que o descobrimento se deu no litoral potiguar”, comentou o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.
A presidente da Emprotur, Aninha Costa, acredita no fato como uma nova possibilidade de projetar o turismo histórico-cultural potiguar. “Além da discussão em torno de um tema importante, também teremos a chance de divulgar nosso Estado na mídia, para além do Sol e Mar”.
A professora-doutora Rosana Mazaro, do Departamento de Turismo da UFRN, tem dado o suporte teórico à empreitada. Ela é também velejadora e une conhecimentos científicos e práticos para embasar cinco evidências para provar que o Brasil começou pelo RN.

Evidências

“A primeira é pelas correntes marítimas que direcionariam as caravelas naturalmente ao RN. Há uma dificuldade imensa para se chegar da Europa à Bahia e, em contraponto, facilidade para o RN. Há navegadores, sem exagero, que vão até Dakar (na África) para se aproximar do Brasil tamanho a força das correntes”.

A segunda evidência apontada pela professora é o monte avistado pelos portugueses ser o Pico do Cabugi, na região central do RN. Pescadores nativos até hoje tomam o Pico como referência para voltar à terra. Enquanto o Monte Pascal, na Bahia, sequer é um “monte”, mas uma torre, cortada e sem “pico”. 

A terceira seria a presença de “aguada” no litoral, conforme consta na carta do descobrimento. 
Aguada seria água doce, presente nas proximidades do Marco de Touros e inexistente em Porto Seguro, na Bahia.

A penúltima evidência seria o Marco de Touros, diferente do fincado na Bahia. O daqui é esculpido com símbolos e brasões semelhantes ao marco chantado no município de Cananéia, em São Paulo, que seria o segundo marco português no Brasil.

Por último, o argumento mais evidente apontado pelos estudiosos: consta no mapa português que eles navegaram duas mil léguas ao Sul do país para fincar o segundo marco. Essa distância corresponde exatamente o percurso do Estado potiguar a São Paulo. Caso partisse da Bahia, o segundo marco estaria fincado na Argentina.

Fonte: Portal do Governo do RN

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Jovem que vende geladinho para estudar é aprovado na USP


Um jovem de Jacareí (SP) que guardava dinheiro para estudar em São Paulo, foi aprovado no vestibular de Gestão Ciências Públicas na USP por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Para arrecadar cerca de R$ 2 mil, ele vende 'geladinho' nas ruas da cidade do interior paulista;
Ele aguardava o resultado do vestibular da Fuvest, que será divulgado na próxima quinta-feira (2), mas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona para vagas em universidades públicas, foi aprovado. Ele descobriu o resultado nesta segunda-feira (30).
Gabriel Belém dos Santos, de 17 anos, investiu cerca de R$150 para comprar geladinhos. Os R$ 2 mil que ele conseguiu arrecadar vendendo o geladinho vão ajudar no início do seu curso universitário. Ele vendia o produto nos pontos de ônibus na região central da cidade.
Com a aprovação, ele comemora o ingresso na faculdade e também o fato de ter guardado dinheiro que precisava. "Eu estou muito feliz e até um pouco ansioso para começar. Eu estudei bastante e esperava muito por essa aprovação", contou.

Superação

O jovem mora no Parque Santo Antônio e é filho de um porteiro e de uma auxiliar de enfermagem. Ele conta que sempre estudou em escola pública e que a família não tem condições de mantê-lo em São Paulo. Por isso, ele começou a vender o doce. 
"Eu faço 18 anos e julho e acho que com essa idade já tenho que ser independente, não quero dar trabalho para os meus pais. Mesmo com o que já juntei, não tenho como me manter lá por muito tempo, por isso vou tentar as bolsas que a faculdade oferece de moradia e alimentação", afirmou.
Até o dia 10 de fevereiro ele continuará vendendo o geladinho pelas ruas da cidade. Ele começa o ano letivo no dia 6 de março. "A minha mãe está um pouco preocupada de eu ir sozinho, mas está me apoiando. Muita gente aqui na cidade me apoiou. Sou muito grato", concluiu.

Fonte: G1

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Inscrições Abertas para o novo Processo Seletivo do Curso Técnico em Agronegócio do SENAR



O SENAR abre Inscrições para o novo Processo Seletivo do Curso Técnico em Agronegócio. Não percam essa oportunidade e se qualifiquem em uma das áreas que mais cresce no Brasil. Inscrições até o dia 13 de fevereiro de 2017.

O curso Técnico em Agronegócio será oferecido de maneira subsequente, admitindo, neste caso, o ingresso apenas de egressos do ensino médio, conforme requisitos estabelecidos em normativas legais vigentes.

No âmbito da Rede e-Tec Brasil no SENAR os alunos serão prioritariamente residentes em zona rural, beneficiários de programas de transferência de renda do governo federal e que tenham concluído do Ensino Médio na rede pública.

Para matrícula, o candidato aprovado deverá apresentar os seguintes documentos:

Certidão de nascimento ou de casamento, quando houver mudança no nome (original e cópia);
Cédula de identidade (original e cópia) e CPF;
Documento que comprove a escolaridade mínima exigida ou certificado de conclusão do ensino médio e respectivo histórico escolar (original e cópia);
Documento de regularidade com o serviço militar para os candidatos do sexo masculino, com idade entre 18 e 45 anos (original e cópia);
Comprovante de votação último pleito eleitoral para maiores de 18 anos (original e cópia);
Comprovante de residência (cópia).
Foto 3×4

EDITAL:

Clique aqui para baixar o edital.

INSCRIÇÕES:

As inscrições ficarão abertas até dia 13/02/2017 às 23h59min.

Clique aqui para realizar sua inscrição.



PREPARE-SE PARA AS OPORTUNIDADES E
OS DESAFIOS DO MEIO RURAL


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

2016 bate novo recorde de ano mais quente da história

Menino se refresca no centro de Praga para enfrentar onda de calor incomum que atingiu a Europa           (Foto: Petr David Josek/Reuters)
O ano de 2016 bateu o recorde de ano mais quente desde que os registros começaram a serem feitos, em 1880, informaram nesta quarta-feira (18) cientistas da Nasa e da Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês), em duas análises separadas.
De acordo com a NOAA, em 2016 a temperatura da superfície da Terra foi 0,94ºC mais alta do que a média registrada no século XX, de 13,9ºC. Em 2015, o recorde foi de 0,04°C a mais na temperatura.
Segundo a agência, desde o começo do século XXI o recorde anual de temperatura global foi quebrado cinco vezes: em 2005, 2010, 2014, 2015 e 2016. Este é o terceiro ano consecutivo que o recorde é atingido.
A NOAA ainda afirma que, apesar de uma influência de frio do fenômeno La Niña no final do ano, 2016 terminou com o terceiro dezembro mais quente já registrado no planeta.

Nasa

Segundo a análise da Nasa, a média global de temperatura registrada em 2016 foi 0,99ºC mais quente do que a média do século XX. A agência espacial acrescenta que a média da temperatura da superfície da Terra subiu 1,1°C desde o final do século XIX, uma mudança provocada pelo aumento das emissões de dióxido de carbono na atmosfera.
"Não esperamos anos recordes todos os anos, mas a tendência de aquecimento a longo prazo é clara", disse à Reuters Gavin Schmidt, diretor do Instituto Goddard para Estudos Espaciais da Nasa.
A Organização Meteorológica Mundial (OMM), em Genebra, na Suíça, confirmou as descobertas dos Estados Unidos, e observou que as concentrações atmosféricas de dióxido de carbono e de metano atingiram níveis recorde.
O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, disse que "2016 foi um ano extremo para o clima global, e se destaca como o ano mais quente já registrado".
O britânico Met Office e a University of East Anglia, que acompanham as temperaturas globais para as Nações Unidas, também disseram que 2016 foi o ano mais quente registrado.
Em 2016, entrou em vigor o Acordo de Paris, o primeiro acordo vinculante contra as mudanças climáticas que envolve todo o planeta. Ele tem como objetivo manter o aumento da temperatura média mundial "muito abaixo de 2°C", mas "reúne esforços para limitar o aumento de temperatura a 1,5°C", em relação dos níveis pré-industriais.
Os dados divulgados nesta quarta foram emitidos dois dias antes da posse do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que questiona se a mudança climática tem uma causa humana.

Fonte: G1

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Oito pessoas concentram mesma riqueza que a metade mais pobre da população mundial, diz ONG britânica


Oito pessoas no planeta possuem tanta riqueza quanto a metade mais pobre da população mundial, situação "indecente" que "exacerba as desigualdades", denuncia a ONG britânica Oxfam em um relatório publicado antes do Fórum Econômico Mundial, que começa na terça-feira (17) em Davos.
Bill Gates, fundador da Microsoft, lidera, com uma fortuna estimada em US$ 75 bilhões (veja a lista completa no final da reportagem).
"É indecente que tanta riqueza esteja concentrada nas mãos de uma minoria tão pequena, quando se sabe que uma em cada dez pessoas no mundo vive com menos de US$ 2", afirmou uma porta-voz da Oxfam, Manon Aubry.
O relatório, intitulado "Uma economia a serviço dos 99%", revela "como as grandes empresas e os indivíduos mais ricos exacerbam as desigualdades, ao explorar um sistema econômico desfalecente, sonegando impostos, reduzindo salários e aumentando os rendimentos para os acionistas".
A Oxfam, que tradicionalmente denuncia as crescentes desigualdades por ocasião do Fórum de Davos, adverte neste ano sobre "a pressão exercida sobre os salários em todo o mundo", assim como os benefícios fiscais das empresas ou o recurso a paraísos fiscais.
"As empresas otimizam seus lucros, especialmente aliviando o máximo possível sua carga fiscal, privando os Estados de recursos essenciais para financiar as políticas e os serviços necessários para diminuir as desigualdades", destaca o documento.
A ONG, que se baseia em "novas informações mais precisas sobre a divisão da riqueza no mundo", convoca os governos a reagir promovendo uma economia mais humana.
"Quando as autoridades políticas deixarem de estar obcecadas pelo PIB, se concentrarem no interesse de todos os cidadãos e não apenas de uma elite, será possível um futuro melhor para todas e todos", afirma Aubry.
No ano passado, a Oxfam havia denunciado que o patrimônio acumulado do 1% mais rico do mundo havia superado em 2015 os 99% restantes com um ano de antecedência em relação ao previsto.

Quem são os oito mais ricos


Bill Gates, americano, fundador da Microsoft: US$ 75 bilhões
Amancio Ortega, espanhol, fundador da Zara: US$ 67 bilhões
Warren Buffett, americano, CEO e e sócio da Berkshire Hathaway: US$ 60,8 billhões
Carlos Slim Helu, mexicano, dono do Grupo Carso: US$ 50 bilhões
Jeff Bezos, americano, presidente da Amazon: US$ 45,2 bilhões
Mark Zuckerberg, americano, fundador do Facebook: US$ 44,6 bilhões
Larry Ellison, americano, cofundador e CEO da Oracle: US$43,6 bilhões
Michael Bloomberg, americano, dono da Bloomberg LP: US$ 40 bilhões

Fonte: G1

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Cristiano Ronaldo é eleito melhor jogador do mundo em 2016 pela Fifa


O português Cristiano Ronaldo, três vezes vencedor da Bola de Ouro e campeão europeu com Real Madrid e Portugal, conquistou sem surpresas o prêmio Fifa de melhor jogador do mundo em 2016, nesta segunda-feira, em Zurique.
O atacante de 31 anos foi logicamente recompensado por comandar com muitos gols o Real Madrid e a seleção portuguesa aos títulos da Liga dos Campeões e da Eurocopa no ano passado.
"Que coisa linda, muito obrigado", agradeceu um sorridente CR7, vestindo um vistoso terno azul. "Foi o melhor ano da minha carreira. Havia algumas dúvidas, mas esse prêmio mostra que as pessoas não são cegas, assistem futebol. Estou muito orgulhoso, preciso agradecer muito aos meus companheiros do Real Madrid e da seleção de Portugal".
O português conquistou, assim, pela primeira vez o inédito prêmio "The Best" da Fifa, criado após a Bola de Ouro voltar a ser organizada somente pela France Football, após 10 anos de parceria com a entidade que rege o futebol. Em 12 de dezembro, CR7 já havia recebido o prêmio da revista francesa.
Os outros finalistas do prêmio eram o eterno rival de Cristiano Ronaldo, o argentino Lionel Messi, campeão espanhol com o Barcelona, e o francês Antoine Griezmann, finalista da Liga dos Campeões com o Atlético de Madri e da Eurocopa com a França.

Messi e Barça ausentes

Com o Real Madrid, CR7 venceu em 2016 a Liga do Campeões, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes. Com a seleção portuguesa, Ronaldo venceu o primeiro título da história de Portugal, a Eurocopa.
Ronaldo venceu a Bola de Ouro e foi eleito pela UEFA o melhor jogador do ano, além de ser o artilheiro da Liga do Campeões.
Também foi o máximo goleador e melhor jogador do Mundial de Clubes, vencido pela equipe merengue em dezembro. O Real venceu por 4 a 2 na prorrogação e o craque português marcou três vezes.
Ronaldo se tornou o primeiro jogador a receber o "The Best", o novo prêmio que FIFA oferece aos melhores do ano, depois que a organização e a revista francesa France Football não renovarem o acordo para organizarem a Bola de Ouro juntos.
Nas votações entre os capitães e os treinadores, Ronaldo se impôs com 34,54% dos votos. Messi conseguiu 26,42% e Griezmann 7,53%.
O argentino e seus companheiro de Barcelona Iniesta, Piquet e Suárez, não compareceram à cerimônia. Os jogadores estariam se preparando para o jogo de volta da Copa do Rei, na quarta-feira, contra o Athletic Club de Bilbao.
"Lamento que alguns jogadores do Barça não estejam aqui com nós. É compreensível, eles tem um jogo importante", disse o astro da noite ao finalizar o discurso.

34,54% dos votos

Ronaldo já tinha vencido a quarta Bola de Ouro no dia 12 de dezembro, ficando a apenas uma de seu arquirrival Lionel Messi. Os dois foram os únicos eleitos os melhores do mundo nos últimos 10 anos.
O prêmio de melhor treinador ficou o técnico italiano Claudio Ranieri, campeão da Premier League com o modesto Leicester.
O italiano de 65 anos superou na eleição o francês Zinedine Zidane, campeão da Liga dos Campeões com o Real Madrid, e o português Fernando Santos, que venceu a Eurocopa com a seleção de Portugal.
"É uma noite fantástica. Só estar aqui, rodeado por todas essas lendas do futebol. Sem eles, seria impossível estar aqui", disse Ranieri ao receber o prêmio das mãos do ex-craque argentino Diego Maradona.
Na categoria feminina, a americana Carli Lloyd foi eleita pela segunda vez seguida como melhor jogadora. A técnica alemã Silvia Neid venceu pela terceira vez consecutiva.

Atlético Nacional e Falcão

O futebol sul-americano também teve seu momento de glória em Zurique. O Atlético Nacional recebeu o prêmio "Fair-Play", depois de pedir à Conmebol que o título da Copa Sul-Americana fosse dado à Chapecoense depois do acidente de avião de novembro que praticamente dizimou o time catarinense.
"Fizemos o que tínhamos que fazer, que era reconhecer um time que não teve a oportunidade de disputar essa final", assegurou o presidente do clube colombiano, Juan Carlos de La Cuesta, ao receber o prêmio das mãos do espanhol Charles Puyol.
O malásio Mohd Faiz Subri venceu o prêmio Puskas de gol mais bonito e as torcidas de Liverpool e Borussia Dortmund dividiram o prêmio de melhor torcida depois de cantarem juntas o tradicional "You'll never walk alone" para homenagear o 27° aniversário da tragédia de Hillsborough.
A seleção de 2016 foi dominada por jogadores de Real Madrid e Barcelona: Manuel Neuer (ALE/Bayern de Munique) - Dani Alves (BRA/Juventus), Gerard Piqué (ESP/Barcelona), Sergio Ramos (ESP/Real Madrid), Marcelo (BRA/Real Madrid) - Luka Modric (CRO/Real Madrid), Toni Kroos (ALE/Real Madrid), Andres Iniesta (ESP/Barcelona) - Lionel Messi (ARG/Barcelona), Luis Suarez (URU/Barcelona), Cristiano Ronaldo (POR/Real Madrid).

Fonte: Yahoo Notícias

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Carteira Nacional de Habilitação muda visual para inibir falsificação

Carteira Nacional de Habilitação terá novo visual e itens de segurança a partir de janeiro de 2017
A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) emitida a partir do próximo dia 2 janeiro terá novas cores e itens de segurança. As mudanças são válidas para todo o país e foram determinadas em uma resolução divulgada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) em maio último.
Quem tem carteira dentro da validade não precisará trocá-la pela nova antecipadamente. Os procedimentos para obter ou renovar a habilitação também permanecem os mesmos.
Uma das principais alterações para as novas CNHs será a troca da tinta azul esverdeada da tarja que fica no topo do documento atual, acima da foto de identificação do cidadão, para a cor preta.
A impressão continua em alto relevo e a tarja passa a ter o mapa do estado responsável pela emissão da habilitação, do lado direito.
A nova CNH também terá dois números de identificação nacional – Registro Nacional e Número do Espelho da CNH – e um número de identificação estadual, que é o número do formulário Renach (Registro Nacional de Condutores Habilitados).

Tinta especial

No alto do lado esquerdo, sob o brasão da República, a imagem do mapa do Brasil passa a ser impressa com tinta especial de segurança, que também dificulta a falsificação.
Todo o fundo do documento vai ficar mais amarelado e alguns elementos gráficos, como números, poderão ser conferidos com o uso de luz ultravioleta.
O documento ganhará brasões da República impressos que só serão vistos com o uso de luz negra.
Na parte de baixo, haverá uma holografia com a sigla CNH impressa repetidas vezes. Além disso, aparecem novos fios de microletras que também servem para dificultar falsificações.
Os itens de controle de segurança incluem mais elementos em relevo e em microimpressão.
O documento ganhará um código numérico de validação composto pelos dados individuais de cada CNH. Esse código vai permitir aos agentes de trânsito validar a habilitação por meio de um aplicativo que deve ser disponibilizado pelo Denatran.

Fonte: G1 - Auto esporte

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Estudo alerta que recursos hídricos podem se esgotar em 2050


Aumento de uso de água em agricultura, indústria e consumo ameaça recursos hídricos subterrâneos.

O uso crescente de água doce na agricultura, na indústria e para o consumo humano pode esgotar os recursos hídricos subterrâneos em várias partes do mundo nas próximas décadas, alertaram especialistas nesta quinta-feira (15).
Entre as áreas em risco, os pesquisadores citam a Índia, Argentina, Austrália, Califórnia e o sul da Europa, em um estudo apresentado na conferência anual da União Geofísica Americana, que está sendo realizada nesta semana em San Francisco, na Califórnia.
"Embora muitos aquíferos permaneçam produtivos, a água subterrânea economicamente explorável já é ou se tornará inacessível em um futuro próximo, especialmente em áreas irrigadas intensivamente nas regiões mais secas do mundo", disse o pesquisador Inge de Graaf, hidrologista da Escola de Minas do Colorado em Golden, Colorado.
Segundo um novo modelo de computador, a água armazenada na região da bacia do Ganges, na Índia, e no sul da Espanha e da Itália poderia se esgotar entre 2040 e 2060.
Nos Estados Unidos, os aquíferos nas partes central e sul do estado da Califórnia, atingido pela seca, poderiam escassear na década de 2030.
Já os estados do Texas, Oklahoma e Novo México dependem de aquíferos que poderiam atingir seus limites entre os anos 2050 e 2070.

Seca pode afetar 1,8 bilhão de pessoas

Nos próximos 34 anos, cerca de 1,8 bilhão de pessoas em todo o mundo poderiam viver em áreas onde os níveis de água subterrânea estarão totalmente ou quase esgotados devido ao bombeamento excessivo de aquíferos para consumo humano e para as culturas agrícolas, segundo o estudo.
Estudos anteriores baseados em observações de satélite mostraram que vários dos principais aquíferos do mundo estavam perto de se esgotar. Mas essas avaliações não medem o nível de reservas menores, em escala regional, dizem os especialistas.
A nova abordagem, baseada em modelos de computador, mediu a estrutura dos aquíferos, o volume de bombeamento e as interações entre as águas subterrâneas e as águas circundantes, como rios e lagos.
De acordo com o estudo, as regiões mais secas com irrigação massiva são as mais ameaçadas. Os autores citam as Grandes Planícies americanas, a bacia do Ganges e partes da Argentina e da Austrália.
Embora o novo estudo estime os limites das reservas de água subterrânea em uma escala regional, os cientistas ainda não têm dados completos sobre a estrutura geológica ou sobre a capacidade de armazenamento dos aquíferos, que permitiriam avaliar com precisão o volume de água contido em cada um destes reservatórios naturais.
"Não sabemos quanta água há, quão rápido estamos esgotando os aquíferos, ou por quanto tempo poderemos usar esse recurso antes que ocorram efeitos devastadores, como a secagem de poços ou rios", disse De Graaf.

Fonte: G1

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Família encontra jabuti sumido há 30 anos na bagunça de casa


Animal vivia dentro de quarto entulhado de equipamentos eletrônicos sem a família saber. Eles achavam que bicho tinha fugido de casa durante obra.

Manuela tinha uma vida normal de jabuti. Acordava, passeava pelo jardim, comia suas folhas e adorava se esconder pela casa. Um belo dia resolveu se esconder muito bem e ficou sumida por 30 anos.
Aconteceu em Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A jabuti da família Almeida foi reencontrada numa caixa de som após 30 anos sumida dentro da própria casa da rua Padre Sabóia de Medeiros.
No início da década de 1980, durante uma reforma da casa, os Almeida deram por falta do bicho. "Eu achei que ela tinha fugido, porque o pedreiro que fazia a obra da casa deixava o portão aberto”, disse a dona da jabuti, Sueli de Almeida. A família perguntou para a vizinhança, mas ninguém encontrava uma ‘tartaruga fugitiva’ por Realengo. Até que Manuela foi esquecida.
No início de 2013, o patriarca da família, Leonel Almeida, morreu. Ele tinha a mania de acumular objetos e equipamentos eletrônicos dentro da própria casa. Esse hábito era tão arraigado que chegou a ocupar um quarto e o segundo andar da residência.
Tudo que ele achasse que dava para consertar na rua, ele pegava. Se achasse uma televisão velha, pensava que no futuro poderia usar alguma peça para consertar uma nova e, assim, foi acumulando as coisas”, explica a filha Lenita de Almeida.
Após a morte de Leonel, o filho começou a desobstruir as áreas intransitáveis da casa. Até que veio a surpresa dentro de um dos sacos de lixo.
Eu coloquei o saco de lixo no chão e o vizinho só me avisou ‘vai jogar fora a tartaruga também?’. Nesse momento, eu fiquei branco e não acreditei”, disse o filho Leandro.

A família toda ficou emocionada. Afinal, a querida ‘tartaruga’ Manuela tinha voltado. Mas como ela conseguiu viver dentro de um quarto cheio de equipamentos eletrônicos durante anos?
O professor e veterinário Jeferson Pires explicou ao Fantástico como os jabutis são resistentes.
Apesar das situações adversas, eles podem ficar muito tempo sem comer. Mesmo sem ter um dado cientifico comprovando, eles podem ficar de dois a três anos sem comer. Na natureza, eles comem frutas, folhas, fezes, animais mortos”, disse.
A família, apaixonada por animais, acha que a jabuti se alimentava de cupins no local e, para eles, não há a possibilidade de alguém ter colocado ela dentro do quarto.
Manuela é um jabuti da espécie Chelonoides carbonaria, conhecida como jabuti piranga. Mas, para os Almeida, não tem jeito, é a tartaruga da casa. Agora, Manuela anda por toda a residência e diverte as gerações que já conhecia e as novas da família Almeida.

Fonte: G1

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Depois de realizar último desejo, garotinho morre nos braços do Papai Noel


O Papai Noel é uma figura que sempre traz alegria (e presentes) para as crianças. E uma história envolvendo o bom velhinho está comovendo a internet.
Eric Schmitt-Matzen, um engenheiro do Tennessee, que costuma se fantasiar de Papai Noel nos finais de ano, presenciou o pedido mais comovente que já ouviu vestindo o traje. Em um dia comum após voltar do trabalho, Eric recebeu uma ligação de um hospital. “Era uma enfermeira conhecida minha. Ela disse que havia um menino de cinco anos muito doente que queria ver o Papai Noel”, contou ao Knoxville News Sentinel.
Ele concordou de pronto dizendo que precisava colocar a roupa rapidamente, mas a amiga então explicou que não havia tempo, pois o pequeno paciente, que sofria de câncer, já estava próximo do adeus e apenas os suspensórios seriam o suficiente. Eric levou 15 minutos para chegar ao hospital, conhecendo o menino e sua família. Ele narra com detalhes o momento.


“A mãe comprou um brinquedo para que eu desse para ele. Eu avaliei a situação e disse a todos ‘se acham que vão perdê-lo, por favor, saiam do quarto. Se eu os ver chorando, não conseguirei fazer meu trabalho. Quando entrei ele parecia muito fraco, como se estivesse a ponto para cair no sono. Sentei ao lado dele na cama e disse ‘o que foi isso que ouvi que você vai perder o Natal. Não há chance de isso acontecer. Você é meu elfo número um’. Ele disse ‘eu sou?!’ E confirmei ‘claro que sim’!”.
Depois de abrir o presente com dificuldade devido a situação debilitada, o garoto pergunta: “Dizem que eu vou morrer. O que posso falar quando chegar lá aonde estou indo?”. Eric logo responde. “Você pode me fazer um grande favor? Quando chegar lá, diga que você é o elfo número um do Papai Noel e eu sei que eles vão te deixar entrar. Ele me deu um grande abraço e disse: ‘você pode me ajudar Papai Noel?’ Passei meus braços em volta dele e antes que eu pudesse dizer algo, ele morreu ali mesmo. Todos que estavam fora do quarto perceberam o que tinha acontecido e sua mãe entrou correndo. Ela gritava ‘não, não, não agora!’. Entreguei seu filho a ela e saí o mais rápido que pude”.
A experiência afetou Eric profundamente. “Chorei o caminho todo para casa. Chorei tanto que tive dificuldade para enxergar bem dirigindo”. Depois do ocorrido, ele até pensou em abandonar o uniforme do bom velhinho, mas logo voltou atrás. “Quando vi o sorriso de todas aquelas crianças, me fez perceber o papel que tenho que atuar”.

Fonte: Yahoo